fbpx
Uma senha sera enviada para seu e-mail

Plano de Saúde: Como contratar?

Confira as dicas!

O momento da contratação de um plano de saúde demanda uma série de escolhas, que envolvem diversos serviços e que precisam ser definidos antes da assinatura do contrato. Essa atenção inicial é necessária para que você contrate exatamente o que precisa e pelo valor que pode pagar.

1. As regras são diferentes para cada tipo de contrato. O plano será individual ou familiar se for contratado por pessoa física. Se a contratação for por meio de uma empresa, sindicato ou associação, o plano será coletivo.

2. É muito importante avaliar as necessidades de quem vai utilizar os serviços para que não falte nada fundamental na hora que você precisar e também para que o beneficiário não tenha de pagar por algo que não vai usar. As necessidades a serem avaliadas: número de pessoas que farão parte do plano, idade, tipo de acomodação, locais de atendimento e disponibilidade financeira.

3. O plano de saúde pode ser ambulatorial (para consultas, inclusive pré-natal, exames e cirurgias sem internação); hospitalar (internação); odontológicoambulatorial + hospitalar, com ou sem serviços de odontologia e obstetrícia (pré-natal, parto e pós-parto) ou plano de referência. Acesse aqui e saiba mais sobre os tipos de planos.

4. Se a opção for por um plano hospitalar, a acomodação poderá ser individual (quarto, pagando mais e tendo mais privacidade) ou coletiva (enfermaria, economizando e ficando no mesmo ambiente que outros pacientes).

5. Os planos variam também em função da abrangência. O local de atendimento pode ser apenas na cidade, no estado, em grupos de cidades ou estados e em todo o país.

6. Antes de fechar o contrato, olhe sempre a rede credenciada do plano: hospitais, clínicas, laboratórios e profissionais de saúde que prestarão o atendimento.

7. As faixas de idade e as escolhas dos itens anteriores serão determinantes para definir o preço final do plano de saúde.

8. Há planos que cobram um valor fixo por mês, ou seja, usando ou não os serviços, a mensalidade será a mesma. Outros cobram uma mensalidade menor, porém acrescentam um valor adicional a ser pago por atendimento, consulta ou exame realizado naquele período. São os planos co-participativos ou com franquia.

Acesso CARTILHA DO PLANO DE SAUDE – ANS
Fonte: ANS (agência Nacional de Saúde Suplementar)

As restrições de coberturas na assistência médica sempre são um dilema e geram muita dor de cabeça, portanto toda a atenção nas coberturas e também nos prazos de carência se faz necessário no momento da contratação para que não haja dúvidas, assim como, em situações de emergência, não ocorram preocupações, uma vez que gastos com serviços de saúde costumam ser onerosos.